Parafrasear é plágio?

Você é um redator freelancer ou um estudante que tem o costume de parafrasear texto de outros autores? Será que parafrasear é plágio? Descubra a resposta e a melhor forma de parafrasear em seus artigos ou trabalhos acadêmicos. 

Parafrasear é escrever um texto com suas próprias palavras. Isso exige uma interpretação prévia do texto de outra pessoa. Depois, é necessário reescrever o conteúdo textual com outras palavras. Dessa maneira, parafrasear é plágio? Saiba que a resposta é não.

No campo da redação, seja em qualquer tipo de texto, é necessário realizar uma pesquisa prévia sobre o tema para escrever de forma única, aprofundada e com credibilidade. Por isso, parafrasear é uma forma comum de produção textual, desde que não seja feita com frequência.

Isso porque nem sempre você domina bem a temática do texto a ser escrito, seja um trabalho acadêmico, artigos otimizados com SEO ou mesmo uma redação para uma prova.

Portanto, não fique mais com a dúvida: parafrasear é plágio? Não, essa técnica não consiste em plágio.

Plágio é copiar parcialmente ou integralmente o conteúdo textual escrito por outra pessoa. E como fazer para evitar plágio em seus textos? Confira algumas dicas para não cometer plágio.

1. Utilize uma ferramenta de detecção de plágio

Agora que você não tem mais a dúvida: “parafrasear é plágio?”, é hora de aprender a não cometer plágio em seus textos. Ao finalizar um texto, passe o documento de Word por uma ferramenta gratuita de verificação de plágio como o CopySpider.

A verificação é realizada em alguns minutos. O resultado indicará um possível índice de plágio cometido em seu texto. O índice tolerável é de até 3%. Caso o resultado seja acima disso, será necessário mudar alguns parágrafos de seu texto.

A boa notícia é que o CopySpider mostra os textos que foram supostamente plagiados e até os trechos iguais. Dessa maneira, você poderá modificar seu texto manualmente, até que ele esteja totalmente único. No entanto, há maneiras mais fáceis de mudar o seu texto.

2. Use uma ferramenta de reescrita textual

Infelizmente, as ferramentas mais populares de reescrever textos do mercado estão em inglês e apresentam anúncios, dificultando seu uso.

Já o Reescrever.app é uma plataforma totalmente em português, com a possibilidade de uso gratuito e sem anúncios. Para atender a um prazo de entrega de um texto rapidamente, o ideal é não realizar a reescrita de seu texto de forma manual.

O Reescrever.app utiliza inteligência artificial para mudar parágrafos. Portanto, ao receber um relatório do CopySpider com algum índice de plágio, você poderá modificá-los automaticamente no Programa Reescrever.

Você só precisa recortar os trechos indicados como plagiados e colar em um campo em branco da ferramenta. Ela irá reescrever totalmente o parágrafo, tornando-o único, coeso e coerente.

Também existe a possibilidade de alterar palavras por seus sinônimos. Essa é uma forma muito mais rápida de reescrever textos com trechos iguais. Depois, bastará passar o documento pelo CopySpider novamente para ver o resultado final.

3.     Adquira conhecimento sobre o tema a ser escrito

A melhor forma de não parafrasear demais ou mesmo copiar trechos de outros autores sem intenção, é dominar intermediariamente o assunto sobre o qual você terá que escrever. Dessa maneira, as palavras fluirão com mais rapidez e de forma única.

Não será necessário realizar tantas pesquisas assim. Ao fazer um trabalho acadêmico, pesquise e entenda o máximo possível do assunto antes de elaborar seu trabalho.

No caso de você ser um redator freelancer, só aceite trabalhos sobre temas que você tem um conhecimento prévio. Isso eliminará as chances de plágio e a necessidade de parafrasear muito.

4.     Use as normas ABNT em caso de trabalho acadêmico

Uma boa forma de não parafrasear demais, não ter que pesquisar por muito tempo um assunto e não cometer plágio em um trabalho acadêmico, é formatá-lo nas normas ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) mesmo que isso não seja exigido pelo professor.

Isso porque ao aplicar as normas ABNT em seu trabalho, será possível citar trechos de outros autores, sem parafrasear. Isso não será plágio porque você dará os créditos aos autores ao formatar seu trabalho nas normas ABNT. É possível utilizar trechos de mais de 4 linhas sem trocar nenhuma palavra, facilitando sua produção textual.

Compartilhe:
Categoria
Categorias
Posts Recentes

Parafrasear é plágio?

Você é um redator freelancer ou um estudante que tem o costume de parafrasear texto de outros autores? Será que parafrasear é plágio? Descubra a

Leia Mais >

Avaliação Institucional 2021/2

A Comissão Própria de Avaliação (CPA) da Faculdade ESUP, convida os alunos(as) a participarem da Avaliação Institucional 2021/2. Realizada a cada semestre, tem o intuito

Leia Mais >